Blog Contábil

Estresse versus sucesso: por que hoje se fala tanto em equilíbrio?

O psicólogo e consultor organizacional Rogério Martins, da Persona Consultoria e Eventos, explica que percebeu, por meio de sua experiência e vivência, que o estresse mais atrapalha o ritmo de produção dos profissionais do que incentiva, ao contrário do que acreditavam os pesquisadores, há alguns anos.

“Houve a difusão da idéia de que o estresse auxiliaria no funcionamento cerebral e na dinamização da motivação interna, mas isso ocorre somente em situações dadas como favoráveis ou de risco, que diferem muito do cotidiano corporativo. Podemos também acrescentar que hoje a inovação e a criatividade são mais relevantes do que a velocidade em desenvolver tarefas”, explica ele.

Por essas e outros, o psicólogo enfatiza: “é preciso ter equilíbrio”. A questão é: como manter o equilíbrio emocional em momentos de grande tensão, cobrança e altas expectativas por parte da liderança ou da empresa?

Aposte nas válvulas de escape
Para Martins, o primeiro passo em direção à vida equilibrada é conhecer melhor a si mesmo. Para isso, é fundamental listar as situações que mais fazem com que você fique tenso e nervoso a ponto de explodir. “Mas é preciso fazer isso em um momento de clama”, explicita.

“Depois de relacionadas as situações, é preciso interpretar, identificando os porquês. Aí vem a parte mais difícil. Com estas informações, o próximo passo é antever o problema e mudar sua atitude”. No início, não será tão fácil, mas, após algumas tentativas, com perseverança e clareza acerca do que se quer atingir, o equilíbrio pode ser encontrado.

As válvulas de escape também ajudam muito a aliviar as tensões diárias, pois fazem com que as pessoas extravasem o que ficou reprimido. Mas não estamos falando de comer chocolate à vontade ou brigar com as pessoas com as quais convive. “Tem quem se identifique com aulas de boxe, outros preferem yoga, culinária, artes manuais… O interessante é fazer algo que goste, mas que também ajude a aliviar as pressão. O corpo precisa descarregar de alguma forma”, completa o psicólogo.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>