Blog Contábil

Dúvidas sobre SPED Fiscal

Por Moacir Vieira

1. O que é o SPED Fiscal?

2. Qual o prazo para início?

3. Quais são as empresas paranaenses que estão obrigadas?

4. Quais são as vantagens para empresa?

5. Quais são os impactos que haverá na rotina das empresas?

6. Quais os problemas nas empresas que devem ser resolvidos para não haver “dor de cabeça” a partir de 2009?


1. O Sistema Público de Escrituração Fiscal – SPED FISCAL é um arquivo digital da qual conterá informações de documentos fiscais emitidos, informações da escrituração fiscal e de apuração dos impostos (ICMS e IPI) referente às operações praticas pelos contribuintes e enviado aos órgãos interessados.
2. O SPED FISCAL entrará em vigor a partir de 01 de Janeiro de 2009, para os contribuintes obrigados a escriturar digitalmente suas operações mercantis. O SPED CONTABIL tem seu prazo de entrega para o último dia útil de Junho de 2009 para as empresas sujeitas obrigadas conforme determinação dos órgãos interessados.
3. O Ato Cotepe 77/2008 determinou quais as empresas que estarão, a partir de 01/01/2008, obrigadas a apresentar em 31/05/2009, o arquivo digital fiscal. Para o arquivo digital contábil, com mencionado, estarão obrigadas a apresentar o arquivo digital no último dia útil do mês de Junho de 2009, as empresas sujeitas ao acompanhamento econômico-tributário diferenciado e sujeitas ao regime de tributação pelo Lucro Real.

4. Podemos destacar as seguintes vantagens para as empresas:
a. Redução de custos com formulários contínuos de notas fiscais e com armazenamento de documentos em papéis;
b. Redução de custos com a simplificação das obrigações acessórias;
c. Uniformização das informações entregues para os fiscos de cada estado;
d. Preservação do meio ambiente com a redução de custos com papeis;

5. Podemos destacar os seguintes impactos:
a. Adequação dos softwares de gestão (ERP) para geração dos arquivos para entrega;
b. Conhecimento nos processos de geração da informação: por que tenho que apresentar esta ou aquela informação?;
c. Integração de todas as áreas da empresa: é de grande importância que a empresa trabalhe as informações com “um todo”.
d. Necessidade de profissionais qualificados, pois excesso de erros nas informações e falta de conhecimentos específicos podem atrapalhar o desenvolvimento dos trabalhos.

PROBLEMAS QUE DEVEM SER RESOLVIDOS ANTES DA IMPLANTAÇÃO DO SPED:

1. Informalidade nos registros contábil e fiscal
2. Falta de padronização de controles de seus procedimentos internos
3. Falta de integração e informação entre os departamentos
4. Estrutura de T.I. ineficiente e obsoleta (necessidade de investir em segurança de sistemas, desempenho operacional e banco de dados robusto)

5. Falta de profissional qualificado em T.I e contabilidade fiscal

6. Software de controle financeiro e contábil não integrado ou não preparado para as novas regras do SPED.

Moacir Vieira é sócio diretor da KAIZENSIG

Maiores informações: www.kzs.com.br

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>